3 filmes sobre cegueira

Nosso corpo funciona tão perfeitamente que, quando perdemos algum sentido ou movimento, todo o corpo sente falta. A adaptação nem sempre é fácil, mas é possível quando há paciência e quando você vê que sua vida ainda pode (e tem!) propósito.

Em vez de falar sobre a saúde ocular, hoje vamos sugerir três filmes que falam sobre a cegueira e como os personagens afetados por ela se adaptam às suas realidades, confira:

1. Perfume de Mulher (1992)

perfume-de-mulher
Neste romance, Al Pacino interpreta um tenente-coronel cego amargurado que viaja com um jovem acompanhante para Nova York. Pensando em sua velhice e morte iminente, o coronel decide tem um fim de semana inesquecível em busca de prazer e felicidade, resistindo aos cuidados e aproximação do garoto que o acompanha. No entanto, durante a viagem, o militar se envolve com os problemas do garoto e esquece sua infelicidade e se torna mais altruísta.

2. Ensaio sobre a Cegueira (2008)

ensaio-sobre-a-cegueira
Uma inexplicável epidemia de “cegueira branca” afeta todas as pessoas, exceto por uma médica (interpretada por Juliane Moore). Incapazes de enxergar e sem ajuda alguma, as pessoas se veem perdidas e entregues a seus instintos de sobrevivência, sejam violentos, amorosos ou para proteger a quem amam. Diante do caos estabelecido, as falhas governamentais e o lado obscuro do temperamento humano são evidenciados. A luta pela sobrevivência e pela honestidade se torna muito mais intensa para evitar que a humanidade se perca.

3. Hoje eu Quero Voltar Sozinho (2014)

hoje-eu-quero-voltar-sozinho
Este longa brasileiro aborda a cegueira na juventude, uma época em que os sentidos se aguçam diante de tantas descobertas individuais e sobre o mundo. O protagonista é Leonardo, um adolescente cego com uma mãe superprotetora. A busca pela independência, típica nessa idade, vai ao encontro do aflorar dos sentimentos e de sua sexualidade quando um novo aluno, Gabriel, chega na escola.

Você já assistiu a esses ou tem mais algum para adicionar a lista? Conte-nos nos comentários!

Voltar para o blog